SP tem queda de casos, mas dengue não está controlada, diz prefeitura

A Prefeitura de São Paulo divulgou nesta quinta-feira (21) que a cidade registrou 57.794 casos de DENGUE até a 18ª semana epidemiológica (encerrada no dia 9 de maio).
Nesta última semana, houve 2.122 novos doentes, contra 3.931 na anterior, uma queda de 46%.

Com os 57.794 casos, o patamar é considerado epidêmico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), epidemia é quando os casos passam de 300 por 100 mil.

Dos 96 distritos da cidade, 54 enfrentam epidemia da doença, sendo a maioria na Zona Norte (16 bairros e 37,3% dos casos). Brasilândia foi onde mais houve registros: 6.495.

Ao todo, 12 bairros da região Sudeste estão em epidemia, seguidos pela Zona Leste (11), Oeste (7), Sul (5) e Centro (3).

UnipragAté agora a capital registrou 13 mortes causadas pela doença transmitida pelo mosquito da dengue neste ano.
Apesar da redução de casos, o secretário-adjunto municipal da Saúde, Paulo Puccini, disse que os cuidados com a doença devem permanecer.

“A dengue não está controlada, está em queda de ocorrência.

Conheça sobres os mosquitos com a Uniprag.

O que faz a gente acreditar que o processo de transmissão da dengue mudou em São Paulo”, afirmou durante entrevista na sede da Prefeitura, no Centro de São Paulo.

Deixe um comentário

A UNIPRAG está presente em todo Brasil

Conversar
Precisa de ajuda?