Ministério público federal cobra redução de larvas do Aedes em cidades paulistas

As Prefeituras de respectivos 12 municípios do oeste paulista serão obrigadas pelo Ministério Público Federal (MPF) a aplicar medidas para diminuir o índice dos focos e larvas do Aedes aegypti.

De acordo com o MPF, cidades como Aspásia, Fernandópolis, Palmeira D’Oeste, Populina, Rubineia e Três Fronteiras, apresentaram alto índice de infestação do mosquito em prédios ou densidade de larvas acima do limite aceitável pelo Ministério da Saúde neste início de 2016.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, Fernandópolis notificou 86 casos e confirmou 11. Rubineia teve 15 casos confirmados, Palmeira d’Oeste, 14 suspeitos e um confirmado, e Vitória Brasil, 12 notificados e 3 confirmados.

Fonte
http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/ciencia/2016/02/25/mpf-cobra-12-cidades-paulistas-para-reducao-de-larvas-do-aedes.htm
Problemas com o controle de pragas?

Deixe um comentário

A UNIPRAG está presente em todo Brasil

Conversar
Precisa de ajuda?